quinta-feira, 6 de abril de 2017

Idade dá razão



Lembrando a você leitor que estamos falando nesta série de artigos sobre a cura do nosso coração. Cada mês falamos de uma etapa de vida.Aqui da primeira infância,vamos chamar de idade da razão, pelo simples fato de ser nessa etapa, por volta dos 7 anos, que vamos melhor desenvolvendo o entendimento do certo e do errado, a moral. Fase está conhecida por sua importância, onde a criança já poderá ter recordações mesmo que remotas, formando hábitos e rotinas que talvez ela leve para a vida toda, uma personalidade e uma visão de mundo.
Na Palavra temos muitos exemplos como o caso de Tobit que adquiriu desde a infância o hábito de enterrar os que faleciam, adquiriu essa marca que levou por toda a vida, por outro lado também temos o menino citado em Marcos 9,21 que era agitado pelo mal desde muito pequeno. Jesus chega trazendo vida nova! Por vezes a Bíblia indica que desde pequenos tenhamos acesso a Palavra de Deus, pois está nos marcará a alma, e por toda vida será um recurso de cura para o coração. 
Lise Bourbeau, autora canadense cita 5 tipos de feridas comuns na infância: 
1 - O medo de ser abandonado
2 - o medo de ser rejeitado
3 - a humilhação
4 - falta de confiança
5 - Injustiça
Vale lembrar que não necessariamente uma criança tenha sido abandonada pelos pais, mas na maioria das vezes a criança ainda não tem clareza para compreender os fatos, e pode criar uma ideia de que tal atitude é prova desse desamparo, por isso é preciso depois de adulto resignificar aquilo que não ficou bem no passado, a memória é marcada de carga afetiva. E preciso olhar toda lembrança que causa sofrimento com um olhar misericordioso, convidando Jesus para resignificar e curar cada momento da nossa primeira infância. 

Um comentário:

Taise Queiroz disse...

Artigo maravilhoso Shela,olhar na própria escritura sagrada esses acontecimentos. Deus abençoe! !

 
Pesquisa personalizada