segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Cartão de Aniversário


Edmilson,

Há quem diga que poeta é aquele que, olhando para as coisas, vê o que ninguém vê. Eu queria não escrever poesias, mais olhar para esse canto da cama e te ver. Eu escrevo para que pelo menos por poucos instantes eu te sinta aqui. É somente minha a cegueira, agora escrevo para remediar. A esperança tem sido essa parte de mim que sabe que tudo vai passar, que enxerga sua sede de ser presença, mesmo na distancia dos kilometros, no preço caro de cada grande sonho.

O Francisco sempre me diz, "mãe eu não conheço esse negocio de kilometros, eu conheço o coração do papai, e sempre me acompanha onde estou", mesmo sem ainda saber falar é isso que ele me diz. Logo acordo e percebo que chegou o tempo de viver o que se cantou, colher o que se plantou, confiar Naquele que nós trouxe essa graça de termos um ao outro. É sempre um risco viver pela fé, amar, essa angustia me ajuda a escolher cada palavra que te escrevo, com apenas um fresta de luz no quarto, com esse meu óculos trincado, uma caneta que alguém mastigou. Tudo isso, eu escreveria muito mais se não fosse o poder do tempo, eu queria prolongar esse instante em que te sinto em mim, em que eu te amo sabendo que, você enquanto lê está me sentindo.

Que seu coração ancore em Deus, seu consolo seja o colo da Mãe do Céu. Te amo e Feliz aniversário, entre todas as possibilidades eu escolho amar você por toda a minha vida.

2 comentários:

Polêmica disse...

É algo indiscritível sentir dentro de nós a pessoa que a gente mais ama!

Beijinhos!

Talitha Di Martha disse...

É...porque a saudade é uma forma de ficar...
inexplicável...mas é...
a força para não desanimar...

Lindo demais o texto!!!
Bjusss

 
Pesquisa personalizada